quarta-feira, 12 de novembro de 2014

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

domingo, 3 de agosto de 2014

Amigo se guarda do lado esquerdo do peito.....




O Cheiiiiio de Alegriiiiiiia foi festejar lá no céu !

Sim,

Ontem, dia 02 de Agosto nosso amigo que estava entre nós como Sidnei Carvalho, resolveu dar continuidade ao seu Paradharma em esferas mais sutis.

Mais uma vez esse Paradharma cumpre sua missão, de forma simples e pontual.

O Cheio de Alegria, aquele que emanava  Chuva de Bençãos e traduzia tudo isso como Chuva de Luz!

Sem sombra de dúvida, um Arauto da Paz e Obreiro da Unicidade no Amor, nas Religiões e nas tradições!

“Que você meu amigo, agora já livre das limitações deste corpo material, desfrute de todos os seus mais nobres plantios e que tudo isso te fortaleça mais ainda, para dar continuidade neste trabalho AGORA desfrutando da companhia de seu mais amado mentor, RAMATIS.”

Neste instante, sou eu que te digo, Chuva de Bençãos !!!!!
E você me responderá com certeza, Chuva de Luz !
Até breve,
JAYA !
Namaskaram,


sexta-feira, 18 de julho de 2014

COMO A MEDICINA DA DOENÇA FUNCIONA


         
Por Carlos Bayma

Aos 30 anos, você tem uma depressãozinha, uma tristeza meio persistente: prescreve-se FLUOXETINA.
A Fluoxetina dificulta seu sono. Então, prescreve-se CLONAZEPAM, o Rivotril da vida. O Clonazepam o deixa meio bobo ao acordar e reduz sua memória. Volta ao doutor.

Ele nota que você aumentou de peso. Aí, prescreve SIBUTRAMINA.

A Sibutramina o faz perder uns quilinhos, mas lhe dá uma taquicardia incômoda. Novo retorno ao doutor. Além da taquicardia, ele nota que você, além da “batedeira” no coração, também está com a pressão alta. Então, prescreve-lhe LOSARTANA e ATENOLOL, este último para reduzir sua taquicardia.

Você já está com 35 anos e toma: Fluoxetina, Clonazepam, Sibutramina, Losartana e Atenolol. E, aparentemente adequado, um “polivitamínicos” é prescrito. Como o doutor não entende nada de vitaminas e minerais, manda que você compre um “Polivitamínico de A a Z” da vida, que pra muito pouca coisa serve. Mas, na mídia, Luciano Huck disse que esse é ótimo. Você acreditou, e comprou. Lamento!

Já se vão R$ 350,00 por mês. Pode pesar no orçamento. O dinheiro a ser gasto em investimentos e lazer, escorre para o ralo da indústria farmacêutica. Você começa a ficar nervoso, preocupado e ansioso (apesar da Fluoxetina e do Clonazepam), pois as contas não batem no fim do mês. Começa a sentir dor de estômago e azia. Seu intestino fica “preso”. Vai a outro doutor. Prescrição: OMEPRAZOL + DOMPERIDONA + LAXANTE “NATURAL”.

Os sintomas somem, mas só os sintomas, apesar da “escangalhação” que virou sua flora intestinal. Outras queixas aparecem. Dentre elas, uma é particularmente perturbadora: aos 37 anos, apenas, você não tem mais potência sexual. Além de estar “brochando” com frequência, tem pouquíssimo esperma e a libido está embaixo dos pés.

Para o doutor da medicina da doença, isso não é problema. Até manda você escolher o remédio: SILDANAFIL, TADALAFIL, LODENAFIL ou VARDENAFIL, escolha por pim-pam-pum. Sua potência melhora, mas, como consequência, esses remédios dão uma tremenda dor de cabeça, palpitação, vermelhidão e coriza. Não há problema, o doutor aumenta a dose do ATENOLOL e passa uma NEOSALDINA para você tomar antes do sexo. Se precisar, instila um “remedinho” para seu corrimento nasal, que sobrecarrega seu coração.

Quando tudo parecia solucionado, aos 40 anos, você percebe que seus dentes estão apodrecendo e caindo. (entre nós, é o antidepressivo). Tome grana pra gastar com o dentista. Nessa mesma época, outra constatação: sua memória está falhando bem mais que o habitual. Mais uma vez, para seu doutor, isso não é problema: GINKGO BILOBA é prescrito.

Nos exames de rotina, sua glicose está em 110 e seu colesterol em 220. Nas costas da folha de receituário, o doutor prescreve METFORMINA + SINVASTATINA. “É para evitar Diabetes e Infarto”, diz o cuidador de sua saúde(?!).

Aos 40 e poucos anos, você já toma: FLUOXETINA, CLONAZEPAM, LOSARTANA, ATENOLOL, POLIVITAMÍNICO de A a Z, OMEPRAZOL, DOMPERIDONA, LAXANTE “NATURAL”, SILDENAFIL, VARDENAFIL, LODENAFIL ou TADALAFIL, NEOSALDINA (ou “Neusa”, como chamam), GINKGO BILOBA, METFORMINA e SINVASTATINA (convenhamos, isso está muito longe de ser saudável!). Mil reais por mês! E sem saúde!!!

Entretanto, você ainda continua deprimido, cansado e engordando. O doutor, de novo. Troca a Fluoxetina por DULOXETINA, um antidepressivo “mais moderno”. Após dois meses você se sente melhor (ou um pouco “menos ruim”). Porém, outro contratempo surge: o novo antidepressivo o faz urinar demoradamente e com jato fraco. Passa a ser necessário levantar duas vezes à noite para mijar. Lá se foi seu sono, seu descanso extremamente necessário para sua saúde. Mas isso é fácil para seu doutor: ele prescreve TANSULOSINA, para ajudar na micção, o ato de urinar. Você melhora, realmente, contudo... não ejacula mais. Não sai nada!
Vou parar por aqui. É deprimente. Isso não é medicina. Isso não é saúde.

Essa história termina com uma situação cada vez mais comum: a DERROCADA EM BLOCO da sua saúde. Você está obeso, sem disposição, com sofrível ereção e memória e concentração deficientes. Diabético, hipertenso e com suspeita de câncer. Dentes: nem vou falar. O peso elevado arrebentou seu joelho (um doutor cogitou até colocar uma prótese). Surge na sua cabeça a ideia maluca de procurar um CIRURGIÃO BARIÁTRICO, para “reduzir seu estômago” e um PSICOTERAPEUTA para cuidar de seu juízo destrambelhado é aconselhado.

Sem grana, triste, ansioso, deprimido, pensando em dar fim à sua minguada vida e... DOENTE, muito doente! Apesar dos “remédios” (ou por causa deles!!).

A indústria farmacêutica? “Vai bem, obrigado!”, mais ainda com sua valiosa contribuição por anos ou décadas. E o seu doutor? “Bem, obrigado!”, graças à sua doença (ou à doença plantada passo-a-passo em sua vida).

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Retiro: Unindo as Tradições, Um encontro com o Sagrado

Magnífico !!!!!!

EU RECOMENDO !!!!!


Aulas diárias de shadow yoga, palestras de rejuvenescimento e rasa vidya e como o tantra se relaciona com o xamanismo. Tenda do suor, roda de cantos, homa (ritual do fogo), desintoxicação dos sentidos e extintos com as plantas sagradas.
- Dias 26, 27 e 28 de Agosto de 2014
- Professores: Dr. Robert Svoboda, Dr. Scott Blossom e Sthan Xannia
- Local: Sítio Filhos da Terra
PARA QUEM É INDICADO AS ATIVIDADES:
- Aberto a todas as pessoas que queiram se aprofundas as milenares técnicas do Yoga, Tantra e Ayurveda e que possuam o mínimo de conhecimento.
- Maiores informações e inscrição:
Tel: (11) 3862.7321 ou 2638.1298
E-mail: cursos@naradeva.com.br

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Novidades no Sarva Mangalam Ashram do SDM !!!!!!!!!


Agora a cada mês teremos um workshop relativo ao nosso auto-conhecimento, como mais uma ferramenta de auxílio em nossa Auto- realização.

Workshop aberto !

JAYA !!!!!!


Rua Coriolano 169, Pompéia
Tels: 3862 7321 / 99824 0623

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Muladhara Chakra -



Lam! Voz do Silêncio!

O Deus escondido!

LAM!

Que habitas no Muladhara Chakra,

Que és três vezes e meia enrolada;

Tu, que és como Kundalini-Shakti,

Criador e Sustentador dos mundos;

Que és o continuum de aromas,

Despertai! Surge frente ao longo da Sushumna!

LAM! LAM! LAM! LAM!

domingo, 27 de abril de 2014

Meu pedacinho de chão (novela da rede Globo)

Pessoas,
Namaskaram,

Já há alguns dias estava querendo postar sobre o tema.

Meu pedacinho de chão

Incrível ! simplesmente isso......
Estória maravilhosa, cenários maravilhosos !!!!!
Pelo menos pra minha Alma.....
Que sensibilidade pra tocar em assuntos humanos delicadíssimos.
Sim, pq por exemplo, toca no ítem "mentira" que o serumano tanto gosta, de forma sutíl mas muito forte.
E assim, vai.....com várias particularidades sendo tocadas suavemente em nossa psiquê, mas de forma contundente.
Os mais sensíveis com certeza estão se apercebendo disso, já os "dormentes" com certeza irão se revoltar, pois a identificação e não aceitação de suas realidades trarão revoltas e justificativas pra isso.

O colorido dos cenários é nutridor e encantador a visão.
E na minha opinião, todos estão muito bem em seus respectivos personagens.

Parece poesia de cordel...ou até é .....
Adoro !

Com certeza, para sensíveis de Alma, olhares delicados, ouvidos macios....

MINHA OPINIÃO, só isso...



“ESTROFES DA GRANDE INVOCAÇÃO A LUZ” (completo)



1º)- estrofe (1936)
Que as forças de Luz iluminem a humanidade
Que o Espírito da Paz se difunda pelo mundo
Que o Espírito de colaboração una os homens da Boa Vontade
Onde quer que estejam
Que o esquecimento das ofensas, por parte dos homens, seja a tônica desta época
Que o Poder acompanhe os esforços dos Grandes Seres
Que assim seja e cumpramos a nossa parte

2º)- estrofe (1940)
Que surjam os Senhores da Libertação
Que tragam ajuda aos filhos dos homens
Que apareça o jinete do lugar secreto, e com sua vinda, salve!
Vem, ÓH! Todo Poderoso....
Que as almas dos homens, despertem para a Luz
Que permaneçam com intenção unificada
Que o Senhor pronuncie o “Fiat”: “CHEGOU A SEU FIM A DOR”!!!!
Vem, ÓH! Todo Poderoso
Chegou para a força salvadora
A hora de servir
Que se difunda pelo mundo, ÓH!! Todo Poderoso
Que a Luz, o Amor, o Poder e a Morte
Cumpram o propósito daquele que vem
A vontade de salvar está presente
O amor, para levar a tempo a tarefa, está amplamente difundido
A ajuda ativa daqueles que conhecem a verdade, também está presente
Vem, ÓH! Todo Poderoso e funda os três
Constrói uma muralha protetora
O império do mal deve terminar agora

3º estrofe (Abril de 1945)
Desde o ponto de Luz na mente de Deus
Que flua Luz às mentes dos homens
Que a Luz desça à terra
Desde o ponto de Amor no coração de Deus
Que flua Amor aos corações dos homens
Que o Cristo retorne à terra
Desde o centro onde a vontade de Deus é conhecida
Que o propósito guie as pequenas vontades dos homens
O propósito que os Mestres conhecem e a que servem
Desde o centro a que chamamos a Raça dos homens
Que se cumpra o plano de Amor e Luz
E que se sele a porta onde mora o mal

Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na Terra !!!!!!

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Curso de "Meditaçao" do Mandalam do Suddha Dharma, Ashram "Sarva Mangalam", fundamentado no Yoga Brahma Vidya.


Este curso tem como objetivo o nosso reconhecimento interior, para que possamos alcançar a meta da auto realização e controle.

Através de estudos desta milenar Escola e também de Dikshas (Iniciações).

É um estudo feito através dos ensinamentos do “Sanatana Dharma”, utilizando a metodologia do “Suddha Raja Yoga” e parcialmente pincelado por ensinamentos do “Mátrika Yoga”.

Certificado:
Em um ritual específico para a ocasião, receberão um Diploma de Conclusão e seu nome Iniciático neste Mandalam que lhe dirá o caminho a ser buscado por você e tudo será concluído com uma Diksha de Discernimento desta Arte e Ciência.

Este certificado é de cunho estritamente pessoal, não profissionalizante.
Formato do curso:

Dividido em 10 módulos, que acontecem mensalmente,
sempre aos Sábados das 09:30hs até as 18:00hs

Data de início de nova turma : 28 de Junho de 2014 (aos sábados)

Quem pode fazer:
Todas as pessoas que desejem mais conhecimento e realização interior.

Curso totalmente apostilado !!!!!

Investimento: R$ 200,00 por módulo

Garanta sua vaga com uma inscrição de R$ 30,00

Facilitadora:
Margareth Gonçalves (Ma Devi Dasika), que é Gnana Dhata Acharya deste Mandalam

Local: “Sarva Mangalam” Ashram do SDM, rua: Coriolano 169- 171 Pompéia, tel: 3862 7321 – 2638 1298 – 99824 0623 (vivo)
Próximo ao Sesc Pompéia e Shopping Bourbon


Margareth Gonçalves (Ma Devi Dasika) :
“Gnana Datha Acharya” (Instrutora Iniciadora) da Ordem Iniciática Suddha Dharma Mandalam.
Reconhecida com o título honorário de “Ashramacharya” pela Federação Internacional de Yoga.
Representante do SDM no “Parlamento das Religiões” da Argentina.
Trabalha com Yogaterapia especializada em Psicologia do Yoga.
Colaboradora da revista “Sexto Sentido”.
Formada em Pedagogia do Infra dotado pela Universidade Presbiteriana Machenzie.
Formada em Extensão de Currículo para primeiro e segundo grau pela Pontifícia Universidade Católica (PUC- 1976)
Cursou Aprimoramento em Psicologia do infra dotado pela USP(1985).
Integrante do movimento Uni-Luz, representando o SDM desde 2005.

terça-feira, 15 de abril de 2014

SOBRE A MEDITAÇÃO

Por: ERNANI FORNARI


div class="separator" style="clear: both; text-align: center;">


Ao longo dos mais de 15 anos em que fui instrutor de Yoga no Rio de Janeiro, frequentemente como resposta à pergunta que eu sempre fazia - se ele, o aluno, meditava - ou de forma espontânea, muitos alunos “reclamavam” decepcionados e frustrados que tentaram mas não haviam conseguido meditar.

Ao que eu perguntava o que eles haviam feito na tentativa.

Normalmente respondiam que haviam ficado sentados de olhos fechados tentando não pensar...

E eu perguntava em seguida sobre o efeito disso e a resposta era muitas vezes...dor de cabeça!

Realmente, ficar tentando forçar parar de pensar é um tipo de exercício que certamente dará dor de cabeça!

E na nossa cultura ocidental, onde se misturou consciência com pensamento (lembra do “penso logo existo”?), ainda existe uma crença de que é o cérebro quem produz os pensamentos

Mas o oriente diz que a mente pensa por si mesma.

Os pensamentos são pensados por si mesmos.

Ninguém os produz deliberadamente e conscientemente, na maior parte das vezes.

Os pensamentos (ou vrittis, no Yoga) vem das profundezas do inconsciente pessoal e do coletivo, das memórias desta e das vidas passadas, das memórias desta e das gerações passadas.

Os pensamentos - a sua qualidade e a sua quantidade - vem dos samskaras (impressões, memórias e registros psico-emocionais) e dos vasanas (tendências, hábitos, personalidade) como se diz no Yoga.

Ou dos corpos energéticos, como se diz no Alinhamento Energético.

Então, da mesma forma que é impossível fazer-se um rio parar de correr, é impossível fazer a mente parar de pensar – pelo menos neste primeiro momento do nosso nível evolutivo.

Mas da mesma forma que é possível sair do rio caudaloso e sentar-se na margem para observar seu fluxo, é possível sair do fluxo da mente que pensa, e ficar da sua margem observando.

A meditação pretende resgatar uma faculdade que a nossa cultura ignorou – e que os orientais conhecem muito bem – que é a mente testemunha, isto é, é a parte do psiquismo que é capaz de se distanciar e de observar sem racionalizar, sem julgar, sem avaliar e sem valorar.

Apenas está ali, absolutamente no presente, observando de forma passiva, neutra e isenta o que se apresenta.

A idéia da psicologia oriental, é que a verdadeira compreensão só acontece quando observamos os eventos – internos e externos - de forma neutra, sem especulações racionais nem julgamentos. Apenas observamos. E só assim compreendemos.

Os índios chamam a isso de “visão da águia”.

Enquanto estivermos observando a vida através da lente das nossas doutrinas, crenças e bandeiras, o máximo que poderemos fazer é valorar e julgar segundo estas crenças e bandeiras;

Então, regra numero 1 : meditar não é ficar tentando forçar a mente a parar de pensar.

Meditar tem que acontecer de forma relaxada. Meditar é o próprio relaxamento da mente.

É a observação passiva de tudo – dos pensamentos, da respiração, das sensações, dos ruídos em volta – sem avaliar, nem racionalizar, nem julgar.

E cada vez que você se perceber embarcando e viajando em algum pensamento que passou por você, perceba a distração, e volte ao objeto da meditação.

Este objeto pode ser um mantra, pode ser a observação da respiração (Annapanna), pode ser Vipassana, pode ser zazen...

Distraiu, percebeu, voltou ao foco, distraiu, percebeu, voltou ao foco...

Relaxadamente, sem ficar zangado nem desanimado com a sua mente. Observe isso também. Apenas observe.

Regra 2: Meditar é sempre em posição sentada.

Deitado é outra coisa, é posição para relaxamento, yoga nidra, jornada xamânica.

Mas meditação, no sentido oriental da palavra, é sempre e somente sentado.

O ideal seria poder se meditar sempre nas mesmas horas. De manhã e de tarde.

Acho 30 minutos para cada prática de meditação, um tempo muito bom para começar.

Pode encostar na parede, pode meditar sentado em uma cadeira. Não precisa sofrer para ficar sentado no chão em postura de lótus.

Não é isso que vai ser o mais importante no processo.

Bem, e aí muita gente pergunta: Meditar prá que? Prá que ficar ali repetindo mentalmente aquele som ou prestando atenção na respiração?

Vou voltar ao exemplo do rio: imagine a vida como um rio caudaloso, um caudaloso rio de emoções (pois é o mundo do sentir quem essencialmente governa e norteia nossa vida, não necessáriamente o mundo do pensar), e nós estamos com a água até logo abaixo do nariz tentando não naufragar.

Desta perspectiva, qualquer marolinha pode ser fatal, pois é o suficiente para encobrir meu nariz e me afogar. Todo o nosso esforço está direcionado em não nos afogarmos.

E não tenho como parar o fluxo do rio.

Mas se eu nado até a margem e me sento e observo, desta nova perspectiva a marolinha que antes podia ser fatal, agora é só uma marolinha outra vez.

E o mais importante: passou...passou...

Então a meditação nos traz - além de melhorar o sono, de trazer mais equilíbrio psíquico e emocional, de melhorar a memória e o desempenho intelectual, de ajudar a desenvolver a intuição e a sensitividade, e de ajudar a promover uma boa imunidade, dentre muitos outros benefícios que a literatura aponta - a possibilidade de aprender e de desenvolver a preciosa habilidade de se ter um olhar neutro, isento, panorâmico, equânime, sobre a vida, sobre si mesmo, sobre os outros.

Este olhar permite que se possa atravessar os rios caudalosos das emoções difíceis, dos sentimentos conturbados e das sensações e memórias reprimidas e dolorosas vindas do passado, de forma a não super dimensiona-los e de modo a que se possa acessar tudo isso, viver tudo isso e curar tudo isso com a partir da forma e do tamanho que realmente cada coisa e cada evento tem.

E depois temos que nos desapegar e deixar tudo isso ir.

Isso é fruto de um constante exercício de desidentificação com a mente, com o ego e com os sentidos, que a meditação homeopaticamente vai desenvolvendo.

A meditação nos ajuda a inserir a idéia da impermanência em nossa vida. E nós vamos passo a passo introjetando este conceito e aprendendo a viver considerando esta verdade mais elementar da vida: tudo passa !

Então se tudo vai passar não carece que eu naufrague a cada tristeza ou me descabele tanto de raiva ou que paralise de medo, cada vez que a vida me traz experiências difíceis através de pessoas ou situações.

Mas de forma nenhuma a passividade que se sugere na meditação, tem a ver com ser passivo, ou preguiçoso na vida.

Muito pelo contrário, só uma mente aquietada em seu centro, tem condições de gerenciar ações conscientes e equilibradas.

De forma nenhuma a meditação é um convite a uma vida ociosa.

A meditação é um convite para uma vida criativa, produtiva e próspera, porém não apegada e identificada com as oscilações inerentes aos movimentos
mentais/emocionais.

E em etapas mais a frente, a meditação vai abrindo acesso às dimensões internas mais amplas e profundas de quem somos, mas que ainda estão em estado inconsciente em função do “império” implantado pela trinca 5 sentidos / ego / mente racional.

Até que um dia, de forma espontânea e natural, o estado de “citta vritti nirodha” (o não movimento da mente racional) acontecerá – poderíamos chamar também de samadhi ou satori - e redescobriremos quem somos: a Consciencia una e eterna.

Queria compartilhar aqui um aprendizado interessante que tive com o falecido mestre Maharishi Mahesh Yogi no Rio, no inicio dos anos 80.

Quase todo mundo da minha geração que queria aprender a meditar naquela época, começava-se geralmente fazendo Meditação Transcedental.

Maharishi, que foi injustamente e pejorativamente estigmatizado como o “Guru dos Beatles”, foi, não só o grande responsável pela introdução e a popularização da meditação e da Medicina Ayurvédica no ocidente, como foi também talvez a primeira autoridade espiritual oriental a fazer a ponte entre o conhecimento tradicional da India e a Física Quântica.

E quando esteve no Brasil, pude ouvir dele uma informação que até hoje é presente nos meus estudos e nas minhas pesquisas (as palavras óbviamente não são literalmente estas, pois era uma palestra, mas a idéia é exatamente esta):
“ Por uma razão que ninguém sabe explicar, quando a mente está no estado transcedental (Maharishi chamava de nível transcedental quando o cérebro operava nas ciclagens tetha e delta), todos os conteúdos, memórias e registros psico emocionais que moravam no inconsciente e que vem à consciência nesta situação específica e singular, estes conteúdos vem para não mais voltar, ou seja, são automáticamente - e misteriosamente - processados, transmutados e reequilibrados.”

Mais tarde pude observar maravilhado este mesmo fenômeno – o acesso ao nível inconsciente, a vinda dos conteúdos para a consciencia e a sua transmutação imediata - ocorrendo em outras terapias, tais como Renascimento, Alinhamento Energético , Constelações Sistêmicas, Resgate de Alma, Tetha Healing, etc.

Se você ainda não pratica, experimente algumas formas de meditação:

- Com Mantra : Escolha um Mantra (se você quiser pode usar o Mantra OM). Sente-se, feche os olhos, libere a tensão dos ombros e do rosto, inspire profundamente e na expiração entoe audívelmente o som do Mantra OM :até o final do fôlego.
OOOOOOOOOOOOOOmmmmmmmmmmmm

Várias vezes.

E quando você quiser, silencie, tire a conscienciada respiração, esqueça dela, e foque toda a sua atenção – sem tensão - no som do Mantra que continuará a ser entoado agora só na sua mente.

Se distrair, perceba a distração e volte para o som do OM.

- Annapanna : Meditação clássica e básica tanto no Yoga quanto no Budismo.
Sente-se, feche os olhos, e imagine que a partir de agora é como se a sua respiração respirasse por conta própria, sem a sua participação. Você está ali só assistindo esta respiração, observando os movimentos dela, sem interferir nem controlar.

Agora perceba que quando o ar entra pelas suas narinas, ele produz uma sensação e quando o ar sai ele produz um ventinho na região do bigode.

Apenas observe passivamente estas sensações.

Se ainda assim a mente estiver muito agitada, quando você perceber que o seu nariz inspirou, pense o mantra SO e ao expirar pense o mantra HAM.

SO HAM que dizer “Eu sou Ele” e é usado para dar apoio neste tipo de meditação.
Mas lembre-se: não guie nem controle a respiração. Largue-a e observe-a.

É absolutamente normal que a freqüência da respiração caia muito, mas fique tranqüilo, você não vai parar de respirar !

Atenção: sempre que a mente estiver mais focada e relaxada, abandone o mantra e fique apenas observando as sensações do ar entrando e saindo de suas narinas.

Uma curiosidade :
Sempre que uma cultura entra em outra, como é o caso aqui das culturas orientais em nossa cultura, algumas terminologias ganham outros significados além dos que já tinham.

E a palavra Meditação também passou a ser usada para designar os exercícios guiados pessoalmente ou por gravação, geralmente com musicas new age ou étnicas, onde normalmente são sugeridas visualizações e mentalizações.

Estas práticas são ótimas, sem duvida nenhuma, mas não são clássicamente meditação.

Meditação em seu sentido tradicional, é apenas sentar-se em silêncio para observar.

Seja qual for a técnica que se use, o “espírito da coisa” é sempre o mesmo: observar relaxada e passivamente o presente.

Aí está presente a Unidade.

É preciso maturidade, nada de procurar a outra metade da laranja....



Primeiro fique sozinho.

Primeiro comece a se divertir sozinho.

Primeiro amar a si mesmo.

Primeiro ser tão autenticamente feliz, que se ninguém vem, não importa; você está cheio, transbordando.

Se ninguém bate à sua porta, está tudo bem -
Você não está em falta.

Você não está esperando por alguém para vir e bater à porta.

Você está em casa.

Se alguém vier, bom, belo.

Se ninguém vier, também é bom e belo

Em seguida, você pode passar para um relacionamento.

Agora você se move como um mestre, não como um mendigo.

Agora você se move como um imperador, não como um mendigo.

E a pessoa que viveu em sua solidão será sempre atraídos para outra pessoa que também está vivendo sua solidão lindamente, porque o mesmo atrai o mesmo.

Quando dois mestres se encontram - mestres do seu ser, de sua solidão -felicidade não é apenas acrescentada: é multiplicada.

Torna-se uma tremendo fenômeno de celebração.

E eles não exploram um ao outro,, eles compartilham.

Eles não utilizam o outro.

Em vez disso, pelo contrário,
ambos tornam-se UM e
desfrutam da existência que os
rodeia.

************* OSHO *************

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Joia Rara

Discurso de paz


“— Estamos aqui para falar da paz.

Muitos seres estão sofrendo neste planeta por falta de paz.

Ninguém fica em paz, nem quem sofre, nem quem causa a dor.

A paz só existe no amor ao outro.

E quem é o outro que devemos amar?

Esses outros, meus amigos, somos nós mesmos.

Nesta sala, cidade, país, planeta, galáxia, universo.

Acreditem, tudo está interligado, somos todos uma teia, um corpo, num enorme tecido de vida.

A ciência está chegando à conclusão de que as barreias físicas que nos separam não existem, estamos todos juntos, somos todos uma coisa só.

Devemos acreditar que nosso pensamento negativo faz mal para o nosso vizinho.

E que nosso sorriso aqui, vai alegrar alguém do outro lado do mundo.

A paz é uma decisão de cada um de nós, porque cada um tem dentro de si o amor, que é a verdadeira joia rara da vida.”

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Meu Niver - Agradecimentos !

Queridos Amigos,
Namaskaram,


Quero agradecer de coração a todos que estiveram comigo nesta comemoração de meus 58 anos !!!!!

De formas diversas, isso não importa ! o mais gostoso é que fizeram parte deste dia tão carinhoso, que é o dia de nosso aniversário.

Através de beijos, abraços, presentes, surpresas, carinhos e cumprimentos...

Através do celular, telefone, e-mails, redes sociais (no aberto e inbox) e mesmo pessoalmente.

Tudo foi muito bom e me senti muito amada !

AGRADECIDA A TODOS !!!!!


Tentei nas redes sociais agradecer pontualmente a todos, mas se me escapou alguém, aceite meus mais sinceros pedidos de perdão, pois foram muitos (êba) e pode sem dúvida, ter me escapado alguém.... mas, agradecida da mesma forma !
Bem, caminhemos para mais um ano revestido de Esperanças e Projetos, sim, sempre, esses movimentos não param nunca !
Muito, mas muito feliz !!!!!!

Chuva de Bênçãos sobre todos nós !

“Q ue a Luz de nosso ATMA, resplandeça em Glória e Maestria compenetrando tudo e sustentando tudo em uma Ordem Divina e em Vida Eterna !”

Shantirasthu,
Margareth,

domingo, 23 de março de 2014

Astrologia – História Romantizada.....

(desconheço o autor)



...E era manhã quando Deus parou diante de suas doze crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida humana. Uma por uma, dirigiram-se a Ele para receber sua dádiva.


Para você Áries, dou Minha primeira semente, a qual você terá a honra de plantar.
E para cada semente plantada, um milhão de novas sementes se multiplicarão em suas mãos.
Você não terá tempo para vê-las crescerem, pois tudo que plantar criará mais sementes para serem plantadas.
Você será o primeiro a penetrar no solo da mente dos homens com Minha Ideia.
Mas não é seu trabalho alimentar a Ideia nem questioná-la.
Sua vida é ação e a única ação que atribuo a você é começar a tornar os homens cientes de Minha Criação.
Para que seja um bom trabalho te dou a virtude do autorrespeito.
Sua palavra chave é: EU SOU
Sua essência é: inocência e fé
Em silêncio, Áries voltou a seu lugar.



Para você Touro, eu dou o poder de fazer da semente a substância.
Seu trabalho é grande, requerendo paciência, pois você precisa terminar tudo o que foi começado ou as sementes serão perdidas ao vento.
Você não questionará ou mudará de ideia no meio do caminho, nem dependerá de outros para fazer o que pedi.
Para isso lhe dou a dádiva da Força. Use-a com sabedoria.
Sua palavra chave é: EU TENHO
Sua essência é: paciência e perdão
E Touro voltou ao seu lugar.



Para você Gêmeos, dou as perguntas sem respostas para que possa trazer a todos a compreensão do que o homem vê a seu redor.
Você nunca saberá por que os homens falam ou ouvem, mas em sua procura pela resposta encontrará minha dádiva do conhecimento.
Sua palavra chave é: EU CONHEÇO, EU PENSO
Sua essência é: percepção e sentimento
E Gêmeos voltou a seu lugar.



Para você Câncer, atribuo a tarefa de ensinar aos homens sobre emoção.
Minha Ideia é você causar-lhes risos e lágrimas para que tudo o que veem e pensem se desenvolva com plenitude interior.
Para isto dou-lhe a dádiva da Família, para que sua plenitude possa se multiplicar.
Sua palavra chave é: EU SINTO
Sua essência é: dedicação e liberdade
E Câncer voltou a seu lugar.



Para você, Leão, dou o trabalho de mostrar Minha Criação para o mundo em todo seu esplendor.
Mas você precisa tomar cuidado com orgulho e sempre se lembrar de que é Minha Criação, não sua.
Pois se você se esquecer disto, os homens irão desprezá-lo.
Há muita alegria no trabalho que te dou, se de for bem feito.
Para isso você terá a dádiva da Honra.
Sua palavra chave é: EU CRIO
Sua essência é: êxtase e humildade
E Leão voltou a seu lugar.



Para você Virgem, peço uma análise de tudo o que o homem tem feito com Minha Criação.
Você examinará seus caminhos minuciosamente e os lembrará de seus erros, para que através de você Minha Criação possa ser aperfeiçoada.
Para isto dou-lhe a dádiva da Pureza de Pensamento.
Sua palavra chave é: EU ANALISO
Sua essência é: pureza e plenitude
E Virgem voltou a seu lugar.




Para você Libra, dou a missão de servir, pois o homem deve estar ciente de seu serviço para outros.
E que ele possa aprender a cooperar, bem como ter habilidade de refletir o outro lado de suas ações.
Eu colocarei você em todo lugar onde haja discórdia e pelos seus esforços lhe darei a dádiva do Amor.
Sua palavra chave é: EU EQUILIBRO
Sua essência é: beleza e harmonia
E Libra voltou a seu lugar.


Para você Escorpião, dou uma tarefe muito difícil.
Você terá a habilidade de conhecer a mente dos homens mas não permito a você que fale sobre o que aprender.
Muitas vezes você será magoado pelo que vê e em sua dor você se afastará de Mim, e se esquecerá de que não sou Eu, mas a perversão de Minha Ideia que está causando sua dor.
Você terá tanto do homem, que chegará a conhecê-lo como animal, e lutará tanto com seu instinto animal dentro de si, que perderá seu caminho; mas quando você finalmente voltar a Mim, Escorpião, eu terei para você a suprema dádiva do Propósito.
Sua palavra chave é: EU POSSO
Sua essência é: paixão e entrega
E Escorpião voltou a seu lugar.



Sagitário, eu peço a você para fazer os homens rirem, pois no meio das incompreensões de Minhas Ideias eles se tornam amargos.
Através do riso você dará esperança ao homem e através da esperança voltará seus olhos a Mim.
Você tocará muitas vidas, mesmo que só por um momento e conhecerá a impaciência em cada vida Que tocar.
Para você Sagitário, eu dou a dádiva da Abundância Infinita que você deve espalhar generosidade suficiente para penetrar cada canto de escuridão e torná-lo iluminado.
Sua palavra chave é: EU VEJO
Sua essência é: honestidade e lealdade
E Sagitário voltou a seu lugar.



De você Capricórnio, peço o suor do seu rosto para que possa ensinar os homens a trabalhar.
Sua tarefa não é fácil pois você sentirá o trabalho de todos os homens sobre seus ombros, mas para a superação de seus fardos ponho a Responsabilidade do homem em suas mãos.
Sua palavra chave é: EU USO A EXPERIÊNCIA
Sua essência é: sabedoria e desprendimento
E Capricórnio voltou a seu lugar.



Para você Aquário, dou o conceito do futuro para que o homem possa ver outras possibilidades.
Você terá a dor da solidão, pois Eu não lhe permito personalizar Meu Amor.
Mas para abrir os olhos do homem para novas possibilidades, eu lhe dou a dádiva da Liberdade, para que em sua liberdade possa continuar a servir a humanidade onde quer que seja necessário.
Sua palavra chave é: EU SEI
Sua essência é: tolerância e unicidade
E Aquário voltou a seu lugar.



Para você Peixes, eu dou a tarefa mais difícil de todas. Peço-lhe para reunir todas as tristezas do homem e voltá-las para Mim. Suas lágrimas serão Minhas Lágrimas. A tristeza que você incorporará é o efeito da incompreensão do homem a Minha Ideia, mas você lhe dará compaixão para que ele possa tentar novamente. Para esta tarefa, dou a você a maior dádiva. Você será a única das minhas doze crianças a Me compreender. Mas esta dadiva da Compreensão é para você Peixes, pois quando você tentar difundi-la ao homem ele não o ouvirá.
Sua palavra chave é: EU CREIO
Sua essência é: compaixão
E Peixes voltou a seu lugar.



...Então Deus disse: Cada um de vocês tem uma parte de Minha Ideia.
Vocês não podem confundir nenhuma parte de Minha Ideia nem devem desejar trocá-las entre si.
Pois cada um de vocês é perfeito, mas vocês não saberão disto até que todos os doze sejam Um.
Pois então o todo da Minha Ideia será revelada a cada um.

E as crianças saíram, cada uma determinada a fazer seu trabalho o melhor possível, para que pudessem receber sua dádiva.
Mas nenhuma compreendeu inteiramente sua tarefa ou sua dádiva e quando voltaram confusas, Deus disse: "Cada uma de vocês acredita que as dádivas dos outros são melhores.
Portanto permitirei que vocês as troquem.
Naquele momento cada criança ficou exultante ao considerar todas as possibilidades de sua nova missão.

Mas Deus sorriu quando disse: Vocês voltarão a Mim muitas vezes pedindo para serem dispensados de sua missão, e cada vez Eu concederei a vocês seus desejos.
Vocês irão por incontáveis encarnações antes de completarem a missão original que lhes determinei.
Eu lhes dou um tempo incontável para fazê-la, mas somente quando ela estiver feita, vocês poderão estar Comigo.

Charles Chaplin




sábado, 8 de março de 2014

- Osho, o livro da Mulher (Sobre o Poder do Feminino)



O casamento é a instituição mais triste inventada pelo homem.
Não é natural; foi inventado para se poder monopolizar a mulher.
As mulheres têm vindo a ser tratadas como se fossem uma extensão de terra ou algumas notas bancárias.
A mulher foi reduzida a uma coisa.

Lembre-se que se reduzir qualquer ser humano a uma coisa – sem se aperceber, sem ter consciência – estará a reduzir-se também ao mesmo estatuto; caso contrário não poderá comunicar.
Para conseguir falar com uma cadeira, você tem de se tornar uma cadeira.

O casamento é contranatural.

Só podemos ter certeza do momento presente, o que temos nas mãos.
Todas as promessas para amanhã são mentiras – e o casamento é uma promessa para toda a vida, uma promessa de que ficarão juntos, de que se amarão, de que se respeitarão mutuamente até ao último dia das vossas vidas. (...)

Se der ouvidos à natureza, os seus problemas simplesmente deixarão de existir.
O problema é o seguinte: biologicamente os homens sentem-se atraídos pelas mulheres, as mulheres sentem-se atraídas pelos homens, mas a atração não pode ser a mesma para sempre. (...)

Os amantes não se enganam um ao outro, eles estão a dizer a verdade – mas essa verdade pertence ao momento.
Quando dois amantes dizem um ao outro: ‘Não consigo viver sem ti’, (...) eles estão a falar a sério.
Mas não conhecem a natureza da vida.. (...) À medida que os dias passam começam a sentirem-se presos. (...)

Para mim é tudo natural.
O que não é natural é unir pessoas em nome da religião, em nome de Deus, para o resto da vida.

Num mundo melhor e mais inteligente, as pessoas sentirão amor, mas não farão contratos.
Não é um negócio!
Elas compreender-se-ão e compreenderão o fluxo mutável da vida.
Serão verdadeiras para com as outras. (...)
Não haverá necessidade de casamento, não haverá necessidade de divórcio.
Nessa altura, a amizade será possível. (...)

É muito feio o tribunal e a lei estatal interferirem na nossa vida privada – vocês têm de lhes pedir permissão.
Quem são eles? É uma questão entre dois indivíduos, é um assunto privado.

Só existirão amigos – não existirão maridos nem mulheres.
Claro que se só houver amizade, a paixão nunca se transformará em ódio.
No momento em que sentirem a paixão a desaparecer dirão adeus e ambos serão capazes de compreender.
Mesmo que seja doloroso, não se pode fazer nada – a vida é assim.

Mas o homem criou as sociedades, as culturas, as civilizações, as regras, os regulamentos e transformou toda a humanidade numa coisa que não é natural.
É por isso que os homens e as mulheres não podem ser amigos – o que é uma coisa muito feia; começam a possuir-se uns aos outros...

As pessoas não são coisas, não se pode possuí-las.
(...) Nenhuma mulher é propriedade de ninguém, nenhum marido é propriedade de ninguém.
Que tipo de mundo é que vocês criaram?
As pessoas foram reduzidas a propriedades; e depois surge o ciúme, o ódio. (...)

Por isso, este é o conselho de despedida que te dou: nunca tentes agarrar-te a uma pessoa para o resto da tua vida. (...)

O amor não é uma paixão, não é uma emoção.
O amor é um entendimento muito profundo de que de alguma forma alguém o completa.
(...) A presença do outro melhora a sua presença.
O amor dá-lhe liberdade para ser você mesmo; não é sentimento de posse.”

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Oração para Kwan Yin, a Mãe dos Mil Rostos




Oração para a Mãe dos Mil Rostos.

Kwan Yin, amada mãe da Humanidade...
Obrigado por estar conosco...
Por nos inspirar a harmonia e o equilíbrio...
Por alimentar nossa alma de bondade e misericórdia...
Por nos mostrar o caminho que nos leva até você.

Você é a Rosa Mística do mundo,
que com sua fragância purifica tudo.

Você é a mãe redentora
que nos protege...
e nos banha no manancial da pureza...
Para nos ajudar a sarar nossos medos, inseguranças
e falsas crenças sobre nós...

E para que possamos chegar a ser os donos de nosso mundo...
De um mundo construído com consciência.

Obrigado, Mãe Divina, por essa sabedoria ancestral...
que nos presenteias a cada instante.

Senhora da paz...
Mestra da contemplação...
Mãe do mundo...
Nutre-nos com a beleza de suas flores...
com sua graça e plenitude...

Senhora do Arco-Iris...
Nutre-nos com os raios do Universo...
e derrama sobre nós seu amor infinito...
Aqui e Agora...

Serena nossos pensamentos...
e nossos sentimentos...
para podermos seguir o caminho de nosso Ser.

Pois você é o sol que ilumina nossa Alma.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Conversações Libertadoras



O “Sarva Mangalam” Ashram do Suddha Dharma Mandalam/São Paulo, convida a todos, para um trabalho inovador denominado “Conversações Libertadoras” , uma forma de diálogo onde se aprende com a sabedoria do grupo.

A metodologia utilizada será a do CCA – Centro para Cura das Atitudes, criado pelo psiquiatra Gerald Jampolsky, inspirado no livro "Um Curso em Milagres" e tem como objetivo ensinar uma forma espiritual de viver e conquistar a Paz Interior.

Constituído no total por 13 encontros semanais de grupos, aprenderemos que somos responsáveis por nossos pensamentos, sentimentos e ações.
A cura acontece quando abandonamos o medo e escolhemos o Amor como a fonte de nossos pensamentos.

No de participantes: 16 por grupo

Local: No próprio Ashram, que se encontra dentro do “Instituto Naradeva Shala”, rua Coriolano 169, bairro da Pompéia.

tels: 3862 7321 – 2638 1298

Datas: Quinta-feiras

Horário: das 17:30 ás 19:30hs e das 20:00 às 22:00 hs.

Início: 13 de março de 2014
Término: 26 de junho de 2014
Nas seguintes datas: março: dias 13, 20 e 27
Abril: 03,10,17 e 24
Maio: 08, 15, 22 e 29
Junho: 05 e 26

Investimento: R$ 150,00 por mês (por pessoa)

Inscrições de R$ 30,00 com a secretaria do Instituto “Naradeva Shala” , falar com a Aryânik ou Felipe.



Facilitadoras:

Luiza Lage (Savitri Dasika):
Graduada em Estudos Sociais e Psicologia.
Pós-graduada em Yoga pela uniFMU/SP.
Certificação em Biologia Cultural pela Escuela Matriztica de Santiago - Chile
Instrutora do CCA – Centro para Cura das titudes
Professora de Psicologia Ayurvédica e
Yoga do Instituto Naradeva Shala/SP.
Psicoterapeuta com larga experiência na
condução de grupos.
Autora do livro “A Arte de Cuidar e se deixar Cuidar” – um uia para integração bio-psico-espiritual.
Acharya (instrutora) da Ordem Iniciática Suddha Dharma Mandalam.



Margareth Gonçalves (Ma Devi Dasika) :
“Gnana Datha Acharya” (Instrutora Iniciadora) da Ordem Iniciática Suddha Dharma Mandalam.
Reconhecida com o título honorário de “Ashramacharya” pela Federação Internacional de Yoga.
Representante do SDM no “Parlamento das Religiões” da Argentina.
Trabalha com Yogaterapia especializada em Psicologia do Yoga, Pranachiktsa e Ratnachiktsa.
Colaboradora da revista “Sexto Sentido”.
Formada em Pedagogia do Infra dotado pela Universidade Presbiteriana Machenzie.
Formada em Extensão de Currículo para primeiro e segundo grau pela Pontifícia Universidade Católica (PUC- 1976)

Cursou Aprimoramento em Psicologia do infra dotado pela USP(1985).

Integrante do movimento Uni-Luz, representando o SDM desde 2005.